quarta-feira, 22 de junho de 2011

Sem assunto Sem nome

Hoje eu quis escrever.
Passar todos os sentimentos possíveis
Da mente para a caneta, e da caneta para você
Agradecer as coisas boas, e as ruins? a gente tenta esquecer.

Em uma rima de menino, um sorriso campeão
Eta que saudade de brincar de peteca, soltar pipa e jogar peão.
Sonhar que o bem sempre vai reinar
Que as lágrimas em pranto um dia irão secar, se já não secou
As lágrimas que ontem rolaram se transformaram em um belo sorriso que hoje brotou.

Como uma planta, como uma flor
O verde nasce, o verde morre
E só restou para nós o amor.
Amor esse que pretendo espalhar
O amor que hoje tenho
É o amor que amanhã vou te dar.
Sem meio termo, sem assunto, só por falar,
Escrever o que vem na cabeça
Para a mente descongestionar.
Sede de viver, deixa o sorriso reluzir
faz o brilho no olho ofuscar os que não querem te ver sorrir.

Por @Netoomoraes

Nenhum comentário:

Postar um comentário