quarta-feira, 11 de maio de 2011

Sampa

     O jovem Caetano Veloso sai da Bahia para apresentar seu trabalho na região mais industrializada do Brasil. Deixa pra trás sua terra em busca de novos horizontes, novos ares,  parceiros, e reconhecimento. Chega a São Paulo e se assusta. A cidade é enorme. Bela e triste ao mesmo tempo. Muito concreto, vilas, gente se amontoando. Gente que chegou lá em busca de oportunidades e se arrumou como pôde.
     Muita coisa nova assusta. A imensidão da cidade gera um pouco de insegurança e um sentimento de ser tão pequeno em meio aquilo tudo. Mas ali ele encontra um novo lar. Aquela cidade acaba por acolhê-lo nos braços. E Caetano a homenageia com essa canção que considero uma obra prima, aqui apresentada por seu conterrâneo, parceiro e amigo, que tanto se identifica com a letra: Gilberto Gil.



     Não saberia falar a respeito do Gilberto Gil como ministro mas, como músico, não tenho do que reclamar.

Por @TarcisioAlves

Nenhum comentário:

Postar um comentário